R.I.P. Alan Rickman

Estou há horas tentando escrever este post. Sempre que começo a escrever, as lágrimas rolam pelo meu rosto e não, não é exagero.

Tenho 21 anos de idade, e eu literalmente cresci acompanhando Harry Potter. O poder que essa magia exerceu sobre nós é inexplicável. Até hoje, quase 5 anos depois, ainda não consegui aceitar que não terão mais filmes a serem lançados, que não haverá aquela expectativa, que não verei mais Harry crescer.


J.K. Rowling me apresentou um universo novo e me presenteou com um amor para a vida toda. Hoje, infelizmente, uma parte desta história e de mim, se foi.


Alan Rickman, nosso eterno e amado Severo Snape nos deixou. Sei muito bem o excelente ator que ele foi e sei quantos personagens maravilhosos ele fez, mas para mim, ele sempre, sempre será Snape. Cresci odiando-o. O professor de poções e de defesa das artes das trevas. O rabugento que adorava pegar no pé de Potter. O rejeitado por Lilian. O herói que veio a se mostrar anos depois.

Ele é meu personagem preferido e será assim para sempre.

Alan/Severo, este post é para você.





Hoje, nós pudemos sentir a dor que Snape sentiu ao perder Lilian.


"Ele acolheu a morte como uma velha amiga e a acompanhou de bom grado. E, como iguais, partiram desta vida."


"E ele morreu a amando da mesma forma que quando a conheceu, seu coração já estava sem forças para lutar, para viver sem sua amada. Snape fora um exemplo de amor, superação e lealdade. E mesmo depois de todo esse tempo sofrendo por não ter tido um amor correspondido ele se mantinha apaixonado e fiel por Lílian."


Jamais fecharemos a página 394!


''Para uma mente bem estruturada a morte é apenas uma aventura seguinte.'' Alvo Dumbledore




"Quando eu tiver 80 anos, sentado em minha cadeira de balanço, estarei lendo Harry Potter. E minha família dirá para mim, 'Depois de todo esse tempo?' e eu direi, 'Sempre'." - Alan Rickman.




Enquanto houver um potterhead vivo, você será lembrado. Apontem suas varinhas para o céu! 


      Obrigada por dar vida a um dos personagens mais queridos da minha vida.



Nenhum comentário

Postar um comentário